EUZINHA!!!


Argentina, você acredita??? Não acredite, meu bem. Mulher, jornalista, libriana, curiosa, bem humorada e falante, até demais! Curto tudo que a vida oferece de bom. Adoro dançar, ouvir boa música, vinhos e namorar...Enfim, curto a vida. Adoro meu bem, minha cachorra, a Aloha e tbm adoro dormir.





EU VÔ!!!


- BALADA.COM.ALGUÉM
- QUERIDO LEITOR
- MAN IN THE BOX
- MOMENTO DE SONHAR
- VIVI COR DE ROSA
- MAXIMU'S
- TROCANDO IDÉIAS...COM VOCÊ!!!
- VENENO DA GATA
- BALCÃO DA PADARIA
- NOTAS SOBRE O FIM DO MUNDO
- SETE X SETE
- GORDUCHAS GOSTOSAS
- TEMPLATES BY CARMEN
- COLUNA DO ZÉ SIMÃO
- BLÔNICAS
- MY PSYCHOPEDIA
- VÁRIAS COISAS PRA FAZER
- ALICE ME PERSEGUE
- ABANDONAR TOTALMENTE
- LILIANE PRATA
- FÁBIO CAMARGO
- BOLETIM SEMANAL - BY ELISA LIMBECK
- DESABAFO AKI
- BLOG DO ÊNIO
- NAILTON PORRETA
- VIDA URBANA
- TEM DIA QUE SÓ MEU BLOG ME ESCUTA...
- BLOG DO SALL...
- BLOG DO PETTA
- O LADO HOMEM DA COISA
- LATINO AMERICANO
- LA BELLE DE JOUR
- PAI GORDO
- OVULANDO
- NÃO DOIS NÃO UM
- QUER NAMORAR COMIGO?
- HYSTERIA
- ANOTAÇÕES DE COMEDIANTE
- NA PERIFERIA DO IMPÉRIO
- BLOG DO TAS
- VIDA PAULISTANA
- BLOG DO NIVALDO SANTANA
- BLOG DO MIRO
- JÁ REPAROU?
- CHUVA DE PENSAMENTOS






- Indique este blog



PRA REFLETIR...

OU DIVERTIR!

É SÓ CLICAR EM CIMA






CONTADOR

//Hist?rico

- 01/05/2011 a 31/05/2011

- 01/09/2010 a 30/09/2010

- 01/07/2010 a 31/07/2010

- 01/06/2010 a 30/06/2010

- 01/12/2009 a 31/12/2009

- 01/10/2009 a 31/10/2009

- 01/09/2009 a 30/09/2009

- 01/08/2009 a 31/08/2009

- 01/07/2009 a 31/07/2009

- 01/05/2009 a 31/05/2009

- 01/04/2009 a 30/04/2009

- 01/03/2009 a 31/03/2009

- 01/01/2009 a 31/01/2009

- 01/12/2008 a 31/12/2008

- 01/11/2008 a 30/11/2008

- 01/10/2008 a 31/10/2008

- 01/09/2008 a 30/09/2008

- 01/08/2008 a 31/08/2008

- 01/07/2008 a 31/07/2008

- 01/04/2008 a 30/04/2008

- 01/03/2008 a 31/03/2008

- 01/02/2008 a 29/02/2008

- 01/01/2008 a 31/01/2008

- 01/12/2007 a 31/12/2007

- 01/11/2007 a 30/11/2007

- 01/10/2007 a 31/10/2007

- 01/09/2007 a 30/09/2007

- 01/08/2007 a 31/08/2007

- 01/07/2007 a 31/07/2007

- 01/06/2007 a 30/06/2007

- 01/05/2007 a 31/05/2007

- 01/04/2007 a 30/04/2007

- 01/03/2007 a 31/03/2007

- 01/02/2007 a 28/02/2007

- 01/01/2007 a 31/01/2007

- 01/12/2006 a 31/12/2006

- 01/11/2006 a 30/11/2006

- 01/10/2006 a 31/10/2006

- 01/09/2006 a 30/09/2006

- 01/08/2006 a 31/08/2006

- 01/07/2006 a 31/07/2006

- 01/06/2006 a 30/06/2006

- 01/12/2005 a 31/12/2005

- 01/09/2005 a 30/09/2005

- 01/01/2005 a 31/01/2005

- 01/12/2004 a 31/12/2004

- 01/11/2004 a 30/11/2004

- 01/10/2004 a 31/10/2004

- 01/09/2004 a 30/09/2004

//Cr?ditos




SEGUNDA-FEIRA


ATENDENDO A PEDIDOS...

Tá bom, não foram tantos. Na verdade, foram 2. Mas pediram e cá estou eu. E para marcar essa volta, após uma ausência tão longa, segue uma crítica social.

Vemos todos os dias nos noticários reportagens sobre a violência urbana e apontamos o dedo ao culpar fulano ou sicrano pelo episódio sem, contudo, nos atermos a causa. O que vemos no dia a adia é somente a consequência. Consequência da má indole do ser humano. Que se deixa seduzir e corromper pelo dinheiro ou pelo poder. Não tiro deste saco eu ou você. Que alguma vez na vida também já cometemos erros ou atos ilicitos.

Mas tento desnudar a essência humana... Que se corrompe pelo poder, que se marginaliza pelo dinheiro ou aponta o dedo e escolhe culpados apenas assistindo a tv.

É tão culpado que está deste lado, quanto do lado de lá. Ou você acha que só porque trabalha e paga seus impostos está livre e limpo? Você, eu, ele, votamos, muitas vezes, errado. Mantemos grandes e corruptas corporações. Ignoramos crianças famintas pelas ruas. Desperdiçamos comida, dinheiro, tempo, com quem não vale um tostão. E criticamos, criticamos, criticamos, criticamos...

Polícia, bandido, políticos...População. Quem é bom e quem é mau? Quem é que vai saber? Pense.

 


 

NUMA CIDADE MUITO LONGE DAQUI - POLÍCIA E BANDIDO

Arlindo Cruz

"Numa cidade muito longe, muito longe daqui
Que tem problemas que parecem os problemas daqui
Que tem favelas que parecem as favelas daqui
Existem homens maus, sem alma e sem coração
Existem homens da lei, com determinação

Mais o momento é de caos porque a população
Na brincadeira sinistra de polícia e ladrão
Não sabe ao certo quem é, quem é herói ou vilão
Não sabe ao certo quem vai, quem vem na contramão
É, não sabe ao certo quem, quem é herói ou vilão
Não sabe ao certo quem vai, quem vem na contramão

(Porque tem homem mal, que vira homem bom )

Quando ele banca o remédio, quando ele compra o feijão
Quando ele tira pra dá, quando ele dá proteção

(Porque tem homem da lei, que vira homem mal)

Quando ele vem pra atirar, quando ele caga no pau
Quando ele vem pra salvar e sai matando geral

É parceiro, e aí é que a chapa esquenta
É nessa hora que a gente vê quem é fiel

Mas tanto lá como cá, ladrão que rouba ladrão

Não tem acerto, é pedir terror não tem perdão
Quem fala muito é X-9 e desses a gente tem de montão
Mais o X do problema tá na corrupção        
Um dia, o bicho pegou e o coro comeu"

Polícia e bandido bateram de frente,
E aí meu cumpadre,aí tu sabe,aí foi chapa quente, chapa quente...

Bateu de frente um bandido e um sub-tenente lá do batalhão
Foi tiro de lá e de cá, balas perdidas no ar
Até que o silêncio gritou, dois corpos no chão....que azar
Feridos na mesma ambulância, uma dor de matar
Mesmo mantendo a distância, não deu pra calar
Polícia e bandido trocaram farpas. Farpas que pareciam balas. 

E o bandido falou:

Você levou tanto dinheiro meu, agora vem querendo me prender

E eu te avisei, você não se escondeu, deu no que deu e a gente tá aqui. Pedindo a Deus pro corpo resistir,será que ele tá afim de ouvir?

Você tem tanta bazuca, pistola, fuzil, granada...me diz pra que tu tem tanta munição?

É que além de vocês, "nóis" ainda enfrenta um outro comando, outra facção... Que só tem alemão sanguinário, um bando de otário marrento, querendo mandar

Por isso que eu tô bolado assim,

Eu também tô bolado, sim...É que o judiciário tá todo comprado e o legislativo tá financiado

E o pobre operário que joga seu voto no lixo, não sei se por raiva ou só por capricho

Coloca a culpa de tudo nos homens do camburão, 

Eles colocam a culpa de tudo na população

E o bandido:  E se eu morrer vem outro em meu lugar 

Polícia: E se eu morrer vão me condecorar,

E se eu morrer será que vão chorar?

E se eu morrer será que vão lembrar?   

E se eu morrer...

E se eu morrer...

E se eu morrer...

E se eu morrer...

Chega de ser subjulgado, subtraído, um subandido de um sublugar,
Um subtenente de um subpaís, um subinfeliz, subinfeliz... 
 
LaiálaiálaiálaiálaiáLaiálaiá,LaiálaiálaiálaiálaiáLaiálaiá,LaiálaiálaiálaiálaiáLaiálaiá
Mas essa história eu volto a repetir
 
Aconteceu numa cidade muito longe daqui  
Numa cidade muito longe, muito longe daqui
Que tem favelas que parecem as favelas daqui
E tem problemas que parecem os problemas daqui, daqui, daqui, daqui... 
     



- Postado por: Cinthia Ribas ?s 10h25 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]